Saúde

Comissão define distribuição de mais 76 mil doses de vacina contra Covid para municípios de MT

A Comissão Intergestores Bipartite de Mato Grosso aprovou a resolução que estabelece a distribuição, armazenamento e a aplicação das 76,2 mil doses de vacina contra a Covid, sendo 29 mil doses da AstraZeneca e 47,2 mil doses da Coronavac, recebidas ontem.

A logística de distribuição das 47,2 mil Coronavac para os municípios inicia hoje. As segundas doses da Astrazeneca serão entregues na data mais próxima do vencimento para a aplicação, de modo a garantir a conclusão do esquema vacinal em quem já recebeu a primeira dose.

O documento determina que as unidades de AstraZeneca desta nova remessa sejam utilizadas como segunda dose em idosos entre 65 e 69 anos. Já as doses da Coronavac devem ser utilizadas como segunda dose em diversos grupos prioritários, conforme demanda dos municípios que precisam completar o esquema vacinal. O detalhamento das vacinas por público-alvo pode ser acessado no documento em anexo.

O colegiado pactuou a distribuição de 90 doses de AstraZeneca de remessas anteriores que estavam armazenadas na Rede de Frio. A resolução ainda definiu que 13.050 doses da vacina da CoronaVac ficarão armazenadas na Central da Rede de Frio, como estoque estratégico para a reposição de eventuais perdas técnicas.

Os municípios deverão acompanhar os imunizados com a primeira dose para que esses possam receber prioritariamente a segunda dose dentro do período estipulado. Para a vacina CoronaVac, o prazo para a aplicação da segunda dose varia entre 14 e 28 dias; já o prazo da aplicação da segunda dose da AstraZeneca é de até 84 dias.

Caso os municípios alcancem a completa vacinação dos públicos-alvo estabelecidos para a imunização, a comissão orienta a continuidade da imunização dos demais públicos elencados pelo Ministério da Saúde. Após a distribuição dos imunizantes aos municípios, as vacinas deverão ser armazenadas conforme as condições estabelecidas pela fabricante e Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) e com o apoio da segurança pública. A aplicação das doses deve ser obrigatoriamente registrada pelos municípios no Sistema Nacional do Programa de Imunização, do Ministério da Saúde.

Até o momento, Mato Grosso já recebeu 1.109.830 doses de imunizantes contra a Covid.

 

Só Notícias