domingo, 26/maio/2024
PUBLICIDADE

Campanha de vacinação contra gripe inicia dia 20 em Mato Grosso

PUBLICIDADE
Redação Só Notícias (foto: assessoria)

A secretaria estadual de Saúde realizará o Dia D da campanha de vacinação contra a Influenza em Mato Grosso na próxima semana, dia 20. Coordenada pela secretaria e executada pelos municípios, a ação tem o objetivo mobilizar a população contra a propagação do vírus da Influenza. A estratégia de vacinação contra a influenza foi incorporada pelo Programa Nacional de Imunizações em 1999, com o propósito de reduzir internações, complicações e óbitos na população-alvo. No total, 364 mil doses foram disponibilizadas pelo Ministério da Saúde para a campanha de vacinação no estado.

A superintendente de Vigilância em Saúde da SES, Alessandra Moraes, explicou que a data representa busca dar visibilidade à vacinação. “Essa é mais uma ação que vem para somar com as ações estipuladas pelos próprios municípios. A ideia é que, no dia 20 de abril, a Saúde Pública de Mato Grosso intensifique a imunização contra a Influenza e conscientize a população da importância da vacinação”, disse. 

Para ela, o papel dos municípios é fundamental em todos os processos que resultam na vacinação do grupo prioritário. “O nosso objetivo é efetivar as ações da campanha em regime de colaboração com todos os municípios, para que, de forma simultânea, o Dia D seja efetivo e alcance um resultado igualitário em todos os 142 municípios”, ressaltou.

Alessandra ainda reiterou a importância de os pais comparecerem aos postos de vacinação com seus filhos. “É fundamental que a população compareça aos pontos de vacinação e que os responsáveis levem as crianças para vacinar. A data é mais uma oportunidade de se proteger contra a influenza e evitar a propagação e os casos graves da doença.”

Os grupos prioritários a serem vacinados pela Campanha de Vacinação contra a Influenza são crianças de 6 meses a menores de 6 anos de idade (5 anos, 11 meses e 29 dias), trabalhadores da saúde, gestantes, puérperas, professores, povos indígenas, idosos com 60 anos ou mais de idade, pessoas em situação de rua, profissionais das Forças de Segurança, Salvamento e das Forças Armadas, pessoas com doenças crônicas ou com deficiência, caminhoneiros, trabalhadores portuários, população privada de liberdade, adolescentes e jovens de 12 a 21 anos de idade sob medidas socioeducativas.

COMPARTILHE:

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE

Mais notícias
Relacionadas

PUBLICIDADE