segunda-feira, 20/maio/2024
PUBLICIDADE

Pedido de liberdade

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE

A defesa do advogado e ex-secretário chefe da Casa Civil, Paulo Taques entrou com habeas corpus no Supremo Tribunal de Justiça alegando que a prisão determinada pelo desembargador Orlando Perri, na última 6ª, “foi proferida por órgão absolutamente incompetente, sendo a decretação de prisão absolutamente nula e, por tal razão, devendo ser cassada”. O pedido deve ser julgado esta semana. Paulo está no centro de custódia da capital. A defesa classificou a decisão como “excêntrica” e “ilegal” . O ministro Reynaldo Fonseca é quem julgará o pedido de liberdade. O ex-secretário é investigado em suposto envolvimento no caso dos grampos telefônicos clandestinos em ex-servidores estaduais, políticos e empresários.

COMPARTILHAR

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE

Mais notícias

Novamente descaso

Outra vez o centro de Sinop voltou a ficar...

Distante da cidade

A Comissão de Infraestrutura Urbana e de Transporte da...

Sorriso premiada

Sorriso foi premiada, em São Paulo, com Prêmio Inova...

Decisão do PL para deputados

O presidente nacional do PL, Valdemar da Costa Neto,...