segunda-feira, 20/maio/2024
PUBLICIDADE

Mudando decreto

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE

Silval mandou mudar o decreto das férias coletivas, que teve contrariedade de determinados sindicatos e de alguns aliados, como o deputado José Riva, que criticou o governo. Os 9 mil servidores que estão com férias ou licenças-prêmios acumuladas e 1/3 deles vai usar o benefício a partir de 2ª (dia 12) até 18 de janeiro. Outro ponto modificado diz respeito aos servidores que serão contemplados com as férias, retirando da lista aqueles que não têm direito ao benefício.

COMPARTILHAR

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE

Mais notícias

Novamente descaso

Outra vez o centro de Sinop voltou a ficar...

Distante da cidade

A Comissão de Infraestrutura Urbana e de Transporte da...

Sorriso premiada

Sorriso foi premiada, em São Paulo, com Prêmio Inova...

Decisão do PL para deputados

O presidente nacional do PL, Valdemar da Costa Neto,...