Ponto Final

Ibama-protestos

Começou ontem uma série de protestos que o Sindicato dos Trabalhadores na Indústria -SITICOM- fará, em Sinop, contra o Ibama, pela inaceitável lentidão na liberação de planos de manejo para que as madeireiras possam extrair matéria prima e trabalharem. A falta de servidores no órgão tem sido extremamente prejudicial para as industrias madeireiras. A maioria está praticamente sem estoques e operando bem abaixo de sua capacidade. O protesto é cointra uma das graves consequências dessa situação: o desemprego que tem aumentado constantemente. Ontem, o presidente do sindicatom Vilmar Galvão, colocou uma maca em frente ao Ibama, onde se deitou e ficou coberto com um lençol por cerca de 6 horas. O protesto simbolizou a morte de milhares de vagas de emprego. Outras manifestações devem ocorrer esta semana.