Ponto Final

Falou muito e respondeu pouco

O presidente da Associação Brasileira dos Produtores de Soja (Aprosoja Brasil), Antônio Galvan, que presidiu a Aprosoja Mato Grosso, prestou depoimento, nesta 6ª feira, na Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da Renúncia e Sonegação Fiscal da Assembleia Legislativa. Mas o deputado estadual Wilson Santos (PSDB) que preside a comissão, não descartou a possibilidade de reconvocá-lo. Ele avaliou que Galvan falou muito e respondeu pouco. “Não trouxe prestação de contas dos R$ 138 milhões (que a entidade recebeu desde 2019 do Iagro), deixa os deputados com dúvidas na cabeça”, disse Wilson. A Aprosoja recebe repasses de parte do Fethab pago pelos produtores.

Só Notícias