domingo, 19/maio/2024
PUBLICIDADE

Embargos e divergência

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE

O secretário Alexander Maia disse, ontem, que nem todos os dados do Inpe sobre os desmatamentos em Mato Grosso estão corretos. Questionou, por exemplo, algumas derrubadas na região de Peixoto de Azevedo. Ele apontou que tem uma área que “foi consumida pelo fogo, no ano passado. Então sabemos que esta área corresponde a queimadas e não desmates”, apontou. Na prática, a maior parte das queimadas foi ilegal e o caso está desgastando, novamente, a imagem de Mato Grosso. A Sema anunciou que ao menos 16 áreas estão sendo embargadas.

COMPARTILHAR

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE

Mais notícias

Novamente descaso

Outra vez o centro de Sinop voltou a ficar...

Distante da cidade

A Comissão de Infraestrutura Urbana e de Transporte da...

Sorriso premiada

Sorriso foi premiada, em São Paulo, com Prêmio Inova...

Decisão do PL para deputados

O presidente nacional do PL, Valdemar da Costa Neto,...