Política

Vídeo: Mauro avalia que aprovação da reforma da Previdência em MT pode ter adesão de municípios

O governador Mauro Mendes avaliou que a aprovação da reforma da Previdência do Estado, ontem, por 17 a 6, na Assembleia, também proporcionará que as prefeituras possam aderir ao novo regime e evitar déficits, como vem ocorrendo há anos em Mato Grosso.

Entre as principais mudanças estão o aumento da idade mínima de aposentadoria de 55 anos para 62 para mulheres, e de 60 para 65 anos para homens. As carreiras da área de segurança e dos professores também ganham regras próprias, se aposentando mais cedo do que as carreiras do regime geral. A aposentadoria compulsória permanece aos 75 anos para todos os servidores. Será criada Previdência Complementar também foi aprovado em primeira votação. Conforme a proposta, a previdência complementar será opcional aos atuais servidores, e passará a valer obrigatoriamente aos que ingressarem após a aprovação.

Assista

Só Notícias (foto: Christiano Antonucci/ arquivo)