Política

Vereador Tião São Camilo passa a integrar bancada de apoio ao prefeito em Sinop

O prefeito Nilson Leitão (PSDB) rearticulou sua base de sustentação na Câmara Municipal e voltou a ter maioria no legislativo. Ontem à tarde, o vereador Tião São Camilo (PMDB) confirmou sua adesão à bancada do prefeito. O apoio foi oficializado em uma reunião com Nilson, o vice-prefeito Aparecido Granja, os vereadores Jorge Muller, Sinéia Abreu (PSDB), Cleuza Navarini (presidente do PTB), Chicão Varejão (PFL), o presidente do PFL, Antonio Contini, o presidente do PL, Claudio Alves Pereira, os secretários Astério Gomes (Finanças), Aluizio de Barros (Governo), Helder Umburanas (Saúde) e Hedvaldo Costa (Educação). Os empresários Afonso Teschima Junior e Orfeu Furquim Pereira também participaram da reunião.

O prefeito abriu a reunião agradecendo a confiança do vereador Tião. “Conversamos muito, apresentamos nossas propostas de trabalho, as ações que desenvolveremos e fico feliz que o vereador Tião São Camilo esteja a partir de hoje conosco reforçando nossa base de apoio”, disse Leitão. O prefeito destacou o apoio do presidente da câmara, José Pedro Serafini, nas conversações para obter o apoio de Tião.

O vereador agradeceu o convite e disse que tomou esta decisão após consultar seus amigos e sua base política. “Tenho meus ideais e decidi aderir a este grupo por entender que a administração do prefeito está baseada em ações importantes nas mais variadas áreas”, afirmou o vereador. Ele confirmou que não mudará de partido e agradeceu a confiança dos colegas vereadores da bancada do Executivo.

O presidente da câmara, José Pedro Serafini, considerou importante a adesão de Tião a bancada do prefeito para dar-lhe maior sustentação política ao prefeito. “Ele é um vereador respeitado e dedicado e vai continuar desempenhando um bom trabalho”, afirmou Pedrinho.

Agora a bancada do prefeito na câmara passa a ser composta de 6 vereadores. Ficam na oposição Juarez Costa, Valdemar Junior, Mauro Garcia e Gilson de Oliveira. Há poucos dias o vereador Gilson de Oliveira, eleito pelo PSDB, deixou o partido e migrou para o PP. Uma fonte confirmou que, na reunião de ontem, o prefeito Nilson Leitão disse considerar que, com base nas últimas atitudes do vereador, ele passou a fazer parte do bloco oposicionista.