Política

Vereador critica governo e diz que compromissos com Alta Floresta não são cumpridos

O vereador Edson Apolinário-PL apresentou um relatório do Tribunal de Contas que revela um aumento na arrecadação municipal nos quatro primeiros meses de 2005. Segundo relatório, somente com recursos de transferências federais e estaduais foram repassados para o município R$ 6,5 milhões. Não se encontram relacionados receitas próprias, convênios e receitas da Saúde, o que elevaria a arrecadação para valores próximos a 10 milhões de reais apenas nos quatro primeiros meses de 2005.
Por conta desse relatório do Tribunal de Contas, o vereador sugeriu que a administração municipal parasse de reclamar da falta de recursos para a execução dos trabalhos de responsabilidade do setor público. Apolinário disse que é hora de ‘mudar o discurso’. “Nós estamos no sexto mês da administração e esse discurso já caiu na mesmice, passa a ser uma pouca vergonha, uma prefeita que tem o governador do estado que subiu em palanque, que fez promessas, que veio aqui e que fez juras de amor eterno ao município de Alta Floresta em parceria com a prefeita, hoje, ou nem o governador deve estar gostando da administração da Maria Izaura, ou então esse governador é um mentiroso”, atacou Apolinário.

O vereador criticou o governo Maggi dizendo que todas as parcerias que foram feitas com Alta Floresta não foram efetivadas. Ele citou o convênio com a secretaria de Educação onde a titular Ana Carla Muniz assinou um compromisso com o Transporte Escolar, mas até agora o recurso não veio. Com relação ao convênio dos sete quilômetros de asfalto, Apolinário disse que o mesmo foi feito com a grande maioria das cidades de Mato Grosso, não apenas com Alta Floresta, mas que até agora não iniciou, muito embora a promessa do secretário Luiz Antônio Pagot era de que as obras iniciariam imediatamente após o fim das chuvas. “Minha opinião é de que tá chovendo em Cuiabá”, brincou.