terça-feira, 21/maio/2024
PUBLICIDADE

Taques diz que Silval mente ao não cumprir promessas de campanha

PUBLICIDADE

Apesar de não confirmar candidatura para 2014, o senador Pedro Taques (PDT) já tem adotado discurso de candidato. Em Sinop, fez duras críticas a gestão do governador Silval Barbosa (PMDB) ao afirmar que ele teria mentido, por não cumprir promessas feitas na campanha de 2010, quando eleito.  “Houve uma mentira, uma farsa e precisamos saber o que foi prometido e o que está sendo cumprido. Veja que o governo Silval se comprometeu a construir 120 upas e até agora só tem 11, prometeu o hospital da criança e até agora não teve. É muita conversa fiada e pouca concretização”, declarou o senador, em entrevista na central de jornalismo de Só Notícias.

Pedro Taques lembrou o recente discurso que fez na tribunal do Senado, sobre o relatório do Tribunal de Consta da União (TCU) que, além de constatar o vencimento de medicamentos, apontou superfaturamento na compra de remédios adquiridos pelo Governo do Estado entre 2003 e 2009. “O próprio secretário (de Saúde) disse isso. Isso é um crime contra o cidadão. Deixar medicamente vencer”, declarou.

No ponto de vista do pedetista, seria “incompetência” do governo estadual não tratar como prioridade a Saúde. “A esmagadora maioria da população precisa de uma saúde com dignidade e no Estado de Mato Grosso isso não existe. Não é prioridade você contratar OSS (Organizações Sociais de Saúde – que administram hospitais regionais) e assumir um equívoco como o próprio governo do Estado está reconhecendo”, ataca o senador.

Mantendo-se desde o início do mandato parlamentar como oposição, Pedro Taques tem dado mais ênfase as críticas a atual gestão. O pedetista é apontado como um dos prováveis nomes para disputar o governo do estado, no pleito do próximo ano.

COMPARTILHE:

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE

Mais notícias
Relacionadas

PUBLICIDADE