Política

Tangará: 4 vereadores cassados e câmara vota agora cassação de prefeito

A câmara de Tangará da Serra cassou, esta noitem quatro vereadores: Celso Ferreira, Haroldo Lima, Paulinho Porfírio e Genilson Kezomae. Foram 9 votos favoráveis e 1 contrário sobre as acusações de algumas irregularidades e, nas outras, 8 votos pela cassação e 2 contrário. O grupo é acusado de improbidade administrativa e se beneficiar de irregularidades e desvios de recursos destinados para a saúde, através da contratação do instituto Idheas, que foi aprovado pela câmara tangaraense. Os vereadores são acusados de quebra de decoro parlamentar ao votarem o projeto que autorizou a contratação da Oscip pela prefeituram para gerir a questão da saúde local. A gestão foi investigada pela Polícia Federal e houve irregularidades constatadas.

Conforme Só Notícias já informou, a câmara municipal está votando, neste momento, o pedido de cassação do prefeito afastado, Júlio César Ladeia, acusado de doze supostas irregularidades e do vice, José Jaconias, acusado de 9 atos irregulares também no mesmo processo no setor da saúde pública.

A sessão da câmara, a mais longa da história, começou na semana passada. prefeito (PR), não compareceu ao julgamento, nem foi depor. Ladeia está afastado do cargo pela justiça há mais de dois meses. O vice-prefeito também foi afastado e o presidente da câmara assumiu interinamente o comando da prefeitura.

(Atualizada às 21:50h)