Política

Sorriso: prefeito mantém toque de recolher devido aumento de casos de Covid e intensifica fiscalização

O comitê de combate ao Coronavírus se reuniu, esta manhã, e decidiu pela manutenção do toque de recolher, entre 00h e 05h, devido ao aumento de casos, mortes e internações causadas pela doença. Também foi decidido que haverá intensificação na fiscalização para cumprimento das medidas. O município está classificado com risco muito alto de contágio da doença, segundo a secretaria estadual de Saúde.

“Com todo o trabalho que estamos realizando há 15 dias, independente do risco muito alto ou alto, já entendíamos que precisava apertar o cerco. Esse fim de semana nós estamos intensificando todas as áreas, inclusive em alguns comércios que não cumprem o que estamos pedindo, com os planos de contingência. Pode ser que haja interdições”, disse o prefeito Ari Lafin.

Segundo o gestor, a prioridade do município é a saúde, mas pensando em manter a economia em estabilidade. “Eu reforço, mudamos há 15 dias (as medidas), estamos nos comportando como se o município não tivesse saído do muito alto, essa é a questão”, destacou.

Já o secretário municipal de Saúde, Luís Fábio Marchioro voltou a criticar a realização de festas neste período. “Só estou pedindo 15 dias sem festas, aglomerações, sem bagunça, sem confraternização. Não há o que comemorar nesse momento, estamos vivendo um momento negro, enterrando pessoas queridas, jovens. Não é momento de alegria, de fazer festas, bailes”.

Sobre a continuidade das aulas nas escolas, ele ponderou que as unidades estão mantendo plano de contingência. “Posso deixar claro é que as escolas municipais estão mantendo um plano, principalmente de controle, muito bom, aprovado pela vigilância sanitária. As escolas particulares também. Então as escolas não seriam nesse momento um foco de contaminação”, completou.

Desde o início da pandemia, Sorriso tem 15.814 casos positivos da doença. Destes, 14.880 já estão recuperados, 736 seguem ativos, sendo 53 internados (15 em UTIs e 38 em enfermarias). Já as mortes, totalizam 198.

Só Notícias/Luan Cordeiro e Lucas Torres, de Sorriso (foto: Só Notícias)