Política

Sonegação: prefeito afasta secretário com prisão decretada na Operação Quimera

O secretário de Finanças da Prefeitura de Várzea Grande, Toninho Domingos, foi afastado temporariamente do cargo pelo prefeito Murilo Domingos – seu irmão- por estar com prisão temporária decretada sob acusação de envolvimento com fraudes e sonegação de impostos. Cerca de 10 empresários – dois deles de Sorriso e Lucas do Rio Verde- foram presos ontem. Três fiscais da Secretria Estadual de Fazenda, também com prisões decretadas, estão foragidos e outros 7 estão presos.

As fraudes, segundo o Ministério Público, chegam a R$ 400 milhões que deixaram de ser arrecadados ao Governo do Estado.