Política

Sinop: prefeito autoriza R$ 1,3 milhão para compra de aspiradores, frigobares, climatizadores, ferros de passar e TVs

O prefeito Roberto Dorner (Republicanos) autorizou abertura de licitação, com investimento de mais de R$ 1,3 milhão para a compra de eletrodomésticos. A lista conta com 50 itens e segundo o edital, atenderão as secretarias municipais e seus departamentos. O certame considera que os materiais a serem adquiridos são “essenciais para suprir as demandas e o interesse” do executivo, visando “a substituição dos equipamentos com desgaste pelo tempo de uso ou que já atingiram sua vida útil, bem como a instalação em locais que não foram contemplados com as aquisições anteriores”.

Entre os aparelhos estão três televisores de 32 polegadas (R$ 1,7 mil cada), 33 TVs 42 polegadas (R$ 2,7 mil a unidade), duas de 65 polegadas resolução 4K (R$ 8 mil cada), 14 aspiradores de pó (até R$ 2,3 mil), dois aspiradores de pó e jateadores de ar (R$ 349,92 cada), 12 balanças de mesa (R$ 668,29), 10 batedeiras (R$ 568,76), 48 bebedouros (R$ 630,4), 13 cafeteiras elétricas (R$ 235,19), climatizadores de ar e ambiente (14, com investimento entre R$ 2,4 mil e R$ 11,2 mil a unidade).

A prefeitura ainda prevê comprar 10 ferros de passar elétricos (R$ 244,47), 16 cortinas de ar (R$ 879,5), 55 fogões (entre 4 e 5 bocas, convencionais e industriais, que variam de R$ 759,05 a R$ 2,8 mil), 14 fornos com cavalete (R$ 1,8 mil), 27 freezers horizontais (entre R$ 2,5 mil e R$ 2,7 mil a unidade), 15 frigobares (R$ 1,2 mil), 10 geladeiras industriais (R$ 6 mil), cinco lavadoras de louças (R$ 19,2 mil), 32 liquidificadores industriais (entre R$ 555,35 e R$ 630) e três máquinas de gelo em escama e portátil (de R$ 986,65 a R$ 6,5 mil).

Já os refrigeradores são 58 ao todo, divididos em 459, 263, 490 e 345 litros, com preços de R$ 2,5 mil até R$ 4,2 mil. Serão ainda 33 micro ondas (R$ 519,85), e 27 multiprocessadores de alimento (R$ 3 mil), além de 31 máquinas de lavar roupa automáticas (R$ 2,8 mil), cinco lavadoras de piso (de R$ 21,5 mil e R$ 33 mil), dentre outros eletrodomésticos.

O executivo ainda argumentou no edital que a aquisição “é necessária também para efeito de suprir às necessidades em relação a estes equipamentos quando ocorrer algum dano nos já existentes, evitando assim o tempo maior para a devida aquisição e reposição em curto prazo”, além da “importância desses equipamentos para a prevenção e medidas de segurança do Covid-19”, dando como exemplo a necessidade de intensificar os trabalhos de limpeza e higienização nas escolas.

A escolha da licitante será no próximo dia 5, às 9h, e os materiais devem ser entregues mediante a emissão de ordem de fornecimento pelas secretarias municipais, a partir da data da assinatura da ata de registro de preços. O prazo para fornecimento é de 15 dias.

Só Notícias/Luan Cordeiro (foto: Só Notícias/Guilherme Araujo/arquivo)