Política

Secretário confirma que 10 leitos de UTIs em Alta Floresta começam atendimentos em novembro

O secretário estadual de Saúde, Gilberto Figueiredo, afirmou, ontem, que os 10 leitos de Unidade de Terapia Intensiva do hospital regional Albert Sabin devem ser entregues na primeira quinzena de novembro. “Praticamente todos os equipamentos já foram adquiridos e 95% da obra está finalizada. Agora faltam alguns ajustes e correções do projeto. Estimamos que iremos vencer essa etapa nos próximos 60 dias. No (próximo) dia 1º,  vamos lançar o edital para contratação da equipe médica”, disse o secretário. “Em relação à equipe de suporte – enfermeiros e técnicos de enfermagem – nós já fizemos processo seletivo e o hospital começa as contratações a partir do dia 1º”, acrescentou.

O hospital tem 77 leitos, incluídos os de Pronto-Atendimento e salas cirúrgicas e atende mais de 100 mil pacientes de Alta Floresta, Apiacás, Carlinda, Nova Bandeirantes, Nova Monte Verde, Paranaíta, Peixoto de Azevedo e sul do Pará. No primeiro semestre foram realizados na unidade 8.440 atendimentos ambulatoriais e 3.390 internações. Foram 23.317 procedimentos somente de urgência e emergência, o que representa um aumento de pouco mais de 30% em comparação com o mesmo período do ano passado, quando foram registrados 17.827 procedimentos, informa a assessoria.

Gilberto disse ainda que a Secretaria de Saúde não tem orçamento suficiente para arcar com os custos do hospital. “Vou pedir que o governador faça remanejamento de orçamentos de outras pastas. É necessário porque, a partir do mês de outubro, nós sequer temos recursos para despesas dos hospitais. O orçamento feito na gestão passada é deficiente, então será preciso remanejar dentro do orçamento do estado”, disparou.

O secretário acompanhou os deputados estaduais da Comissão de Saúde que ontem estiveram, em Alta Floresta, identificando as principais carências da unidade hospitalar que está entre as maiores do Nortão. O deputado Paulo Araújo (PP), presidente da comissão, destacou que a comissão cumpre o cronograma de visitas técnicas elaboradas ainda no primeiro semestre de atuação parlamentar.

O Hospital Regional de Alta Floresta foi a décima primeira unidade de saúde vistoriada pela comissão. As unidades em Água Boa, Barra do Bugres, Cáceres, Cuiabá, Rondonópolis, Sinop, Sorriso e Várzea Grande já foram inspecionadas.

Só Notícias (foto: Só Notícias/arquivo)