Economia Política

Secretário acredita que voo da Latam fortalece Sinop como polo regional

O secretário de Desenvolvimento Econômico de Sinop, Klayton Gonçalves, analisou que a chegada de mais uma companhia aérea a Sinop, a Latam, com voo para Brasília, no primeiro trimestre do ano que vem, consolida o município como um polo regional e impulsiona a intenção de criar a região metropolitana no Norte do Estado. “Esse é mais um passo de logística fundamental para nós”,”confirma todos os indicadores que nós apresentamos de Sinop, recorde de abertura de empresas, recorde de alvarás de funcionamento, uma referência em saúde, uma referência em educação, então o próprio sistema de logística e transporte começa a ficar cada vez mais exigente”, disse Klayton.

“A importância desses novos voos para a região não é só para Sinop, ela tem esse privilégio, tem essa característica formada pelo seu entorno, então esses voos eles vêm para atender toda essa região Norte” e “graças a toda essa condução que o nosso município tem tido, a gente consegue trabalhar, Sinop se fortalece em todos os ramos”, “o município se diversifica e se torna referência”.

O secretário acrescenta que a economia vem se fortalecendo nos mais diversos segmentos. “Sinop consegue hoje colocar o pé em todos os cenários de desenvolvimento e já lutando para, em breve, já fazendo as tratativas, para uma grande central de distribuição, o porto seco, que aí a gente consegue fazer desembaraços futuramente, de exportação já está autorizado inclusive pela receita, a gente consegue fazer desembaraços e se conectar com diversos países exportando daqui”.

O início de operações da Latam está previsto para o primeiro trimestre do ano que vem. Atualmente, a Azul Linhas Aéreas têm voos regulares de Sinop para Cuiabá, além de Campinas (SP), inclusive, durante a madrugada, saindo de São Paulo às 23h35 e chegando em Sinop a 1h05. Já a saída do João Batista é às 2h05 e chegada no Viracopos às 5h30. Além de um voo regular para Campinas. Já a GOL faz voos com destino a Guarulhos (SP) às segundas, quartas e sexta-feiras e domingos.

Só Notícias (foto: Só Notícias/Guilherme Araujo)