Política

Salários dos servidores estaduais serão novamente parcelados, diz secretário

O salário que será pago em maio para os servidores do Estado, referente ao mês de abril, terá novamente 3 parcelas. A confirmação foi dada pelo secretário de Estado de Fazenda, Rogério Gallo, que voltou a afirmar que o escalonamento dos salários deve durar, pelo menos, até agosto, por causa das condições financeiras do Estado.

“A folha de abril que é paga em maio, possivelmente será paga em três parcelas. Mas, no segundo semestre, no início, julho, agosto, a gente diminuir a quantidade de parcelas e nos aproximar sempre mais próximo do dia 10”, explicou o secretário.

Isso significa, de acordo com Gallo, que o objetivo é trazer as parcelas para mais próximo do dia 10, conforme previsto na Legislação Estadual. “A folha de julho que é paga em agosto, acho que a gente não consegue trazer o pagamento salarial para o dia 10. Mas devemos conseguir diminuir as parcelas destes pagamentos”.

O secretário projeta o pagamento dos salários de forma única até dezembro. “Então não é trazer toda a folha para o dia 10 em julho e agosto. Nós não trabalhamos ainda com esta hipótese. O que nós trabalhamos é reduzir o número de parcelas para duas. Nós estamos pagando os salários em 3 parcelas e esperamos terminar o ano pagando uma única parcela no dia 10”.

Em abril, os salários dos servidores do Poder Executivo foram parcelados, conforme Só Notícias já informou. Foram depositados até R$ 5,5 mil para todos os servidores ativos, aposentados e pensionistas, até o dia 10. Para os servidores ativos, aposentados e pensionistas que recebem acima de R$ 5,5 mil, foram outras duas parcelas. Uma foi paga no dia 15. No dia 22 foi quitado o restante dos valores, fechando o pagamento da folha salarial de março.

Já no dia 30 de abril, será paga a quarta e última parcela do 13º salário remanescente do ano passado, para os aniversariantes dos meses de novembro e dezembro, e os servidores comissionados não efetivos.

Só Notícias (foto: assessoria/arquivo)