Política

Riva diz que vai continuar fazendo oposição a Pivetta e Ana Carla

O primeiro-secretário da Assembléia Legislativa, deputado José Riva (PP), afirmou ontem que o Partido Progressista vai fazer aposição critica aos secretários Otaviano Pivetta e Ana Carla Muniz, respectivamente de Desenvolvimento Rural e de Educação.

Riva voltou a declarar que não tem picuinha pessoal com nenhum dos secretários mencionados. Segundo o parlamentar, é inconcebível apoiar duas áreas e aprovar projetos até impopulares e serem atacados politicamente pelos titulares das duas pastas.

“Vamos fazer um apoio critico, questionando o que está errado”, disse Riva. O parlamentar lembrou que ontem (24) manteve contado com o Otaviano Pivetta para discutir ações governo. Entretanto segundo o deputado, afirmou que não vai aceitar o secretário questionar politicamente o deputado federal Pedro Henry (PP).

“Henry é um deputado que foi incluído entre os 100 deputados federais mais influentes do Congresso. Único de Mato Grosso. Acredito que tem que se mostrar um certo respeito com o trabalho dele”, destacou José Riva.

Questionado se a secretária de Educação estaria atacando politicamente o PP, Riva disse que a partir do momento que Ana Carla Muniz dá um tratamento diferenciado à Região Sul, as demais Regiões do Estado se sentem prejudicadas.

“Eu quero um tratamento igualitário e uniforme. Quando se vê o município de Rondonópolis receber um aditivo escolar de R$ 570 mil, no ano passado, fico pensando em cidades mais pobres como Colniza, Alto Paraguai e Araguainha poderiam, com muito menos, resolver seus problemas e não foram atendidas”, declarou Riva.

O parlamentar progressista afirmou que o PP tem demonstrado manter um bom relacionamento com o Governo. “Isso tem sido feito todos os dias, de forma clara e transparente. A divergência não está no PP, porque o partido tem unidade. Os deputados da sigla estão empenhados em propor e defender políticas públicas de interesse do estado. Já em relação à política vamos discuti-la no momento certo”, frisou.

Riva disse que o relacionamento diferenciado dado aos dois secretários não vai influenciar no diálogo com Blairo Maggi (PPS). “Já comunicamos ao governador. O PP não fez isso pelas costas. O partido o comunicou, que temos direito ao apoio critico. Todo e qualquer secretário que discriminar o PP vamos criticá-lo também.”

De acordo com Riva, o governador Blairo Maggi disse que não há problema em os deputados do PP criticarem os secretários. “A partir do momento que o PP estiver sentindo lesado politicamente, a sigla tem todo o direito de fazer esse tipo de política”, afirmou.