Política

Proposta a construção de nova rodovia de Nova Mutum a Rondonópolis

A proposta é formar um consórcio para fazer uma nova rodovia entre Nova Mutum e Rondonópolis, numa extensão aproximada de 600 km. A iniciativa tem a finalidade de desafogar o intenso fluxo de carros e o transporte de cargas que trafegam diariamente nessa rodovia. A informação partiu do presidente da Assembléia Legislativa, deputado Silval Barbosa (PDMB) durante o III Encontro das Associações de Consórcios Rodoviários de Mato Grosso, realizado hoje (31) na Federação da Agricultura e Pecuária de Mato Grosso (Famato). O asfaltamento seria feito pela iniciativa privada, produtores rurais e governo, em sistema de consórcio, quase semelhante aos que foram implantados pelo governo Blairo para asfaltar rodovias estaduais. Só, que, neste caso da rodovia paralela a 163, seria cobrado pedágio.

“Vamos começar a fazer um movimento para ver se o governo federal ousa fazer essa parceria com a iniciativa privada”.

O parlamentar explicou que atualmente o Legislativo Estadual pode normatizar a privatização das rodovias estaduais para as empresas construírem uma estrada paralela a 163. “A BR-163 não suporta mais o grande fluxo de cargas que passam por ela atualmente”, disse Silval, ao afirmar que o movimento propõe o desafio do governo federal.