Política

Prefeitura de Peixoto de Azevedo prevê mais de R$ 12,8 milhões para contratar terceirizados

O processo licitatório autoriza a contratação de uma empresa especializada na prestação de serviços terceirizados para atender as secretariais municipais de Peixoto de Azevedo (197 quilômetros de Sinop). Não há uma estimativa de quantas vagas devem ser abertas, mas a licitante poderá receber mais de R$ 12,8 milhões.

Os terceirizados atuarão nas secretarias municipais de Agricultura, Indústria e Comércio, Transporte Rodoviário, Esporte e Lazer, Educação e Cultura, Assistência Social, Trabalho e Cidadania, Saúde e Saneamento, Obras e Serviços Urbanos, Planejamento e Fazenda, Administração, e Meio Ambiente, Mineração e Turismo.

O montante foi baseado considerando a hora de serviço prestado dos 15 postos inclusos no certame. Para serviços de apoio gerais e diversos, por exemplo, devem ser trabalhadas, ao decorrer do ano, 38.016 horas (o executivo pagará R$ 16,14 por hora). Para conservação e manutenção de máquinas e veículos serão 4.224 horas contratadas (R$ 27,91/h).

Para manutenção e conservação predial e obras públicas devem ser mais de 23,2 mil horas (R$ 24,88/h). Já para intermediários de apoio na manutenção e conversação predial mais de 32,2 mil horas (R$ 35,77/h). Serviços avançados de manutenção de máquinas e veículos 4,2 mil (R$ 32,82/h). Apoio na coleta de lixo mais de 31,6 mil (R$ 21,75/h).

Apoio e logística mais de 67,8 mil (R$ 23,3/h). Limpeza e conversação interna predial cerca de 50,6 mil horas (R$ 15,47/h). Apoio nas copas e cozinhas mais 100,6 mil (R$ 18,93/h). Apoio administrativo nível básico mais de 14,7 mil (R$ 18,46/h). Nível intermediário mais 63,9 mil e avançado 40,9 mil (R$ 20,67 e R$ 27,59/h, respectivamente).

Operação com veículos pesados (caminhões e ônibus) mais 46,8 mil horas (R$ 29,76/h). Operação de máquinas pesadas nível I (pá carregadeira, retroescavadeira, rolo compressor e trator de pneu) mais 21,2 mil (R$ 30,66/h), e de máquinas nível II (moto niveladora, trator de esteira e escavadeira hidráulica-PC) mais 12,6 mil horas (R$ 43,41/h).

Na justificativa, o executivo ponderou que o objetivo é “zelar pela conservação do patrimônio público, considerando a limpeza, conservação, manutenção e operação de máquinas e equipamentos de modo acessório aos diversos órgãos e setores da prefeitura como complemento aos servidores públicos em condições para a oferta de serviços públicos que proporcionem conforto, qualidade de vida, higiene e estética urbana através de áreas limpas, bens e equipamentos em perfeitas condições para o atendimento à população”.

Em outro ponto, detalhou que os trabalhos destinam-se tanto “para as estruturas físicas de uso próprio dos órgãos da prefeitura, considerando prédios, pátios, quanto para as vias públicas como praças, canteiros, ruas, avenidas, estradas e pontes vicinais, bem como, na operação, conservação e manutenção de veículos e máquinas necessárias aos demais serviços envolvidos na terceirização”.

A escolha da empresa está marcada para o dia 4 de fevereiro, a partir das 13h. No edital, são detalhadas as atividades que devem ser desempenhadas em cada função.

Só Notícias/Luan Cordeiro (foto: assessoria/arquivo)