Política

Prefeitura de Lucas do Rio Verde apresenta projeto para ajustar plano de carreira e beneficiar servidores

A prefeitura de Lucas do Rio Verde protocolou na câmara municipal, nesta quinta-feira, o projeto de ajuste no Plano de Cargos Carreira e Salário (PCCS). As mudanças atendem demandas dos servidores e foram discutidas com os vereadores.

O projeto traz alterações nos benefícios temporários, como as licenças de maternidade e paternidade e licença prêmio. Também trata da redução na carga horária para acompanhamento de filhos com necessidades especiais, entre outros ajustes.

“Numa análise geral, faz dias que estamos nessa discussão. Muitos pontos desse projeto protocolado são pautas do sindicato, levantados em assembleias anteriores. O PCCS está sendo reestruturado e vai ter muito ganho para os servidores”, destacou a presidente do Sindicato dos Servidores Municipais, Karime Souto.

O projeto estabelece novos critérios para a função gratificada, além de criar cargos como médico e enfermeiro especialista em saúde da família e comunidade. “A gente entende que esse novo estatuto vai melhorar as condições para todos os servidores no geral”, frisou Karime.

Outra proposta apresentada pelo Executivo trata da criação de uma comissão permanente para analisar os Processos Administrativos Disciplinares (PAD). Atualmente, para cada procedimento aberto uma comissão precisa ser criada.

O projeto do Plano de Cargos Carreira e Salário (PCCS) segue para análise dos vereadores e votação. A Administração Municipal informou que também vai beneficiar os servidores neste final de ano com a troca da convencional cesta natalina por um valor a ser creditado no cartão de vale-alimentação. O cartão pode ser usado nos diversos estabelecimentos da cidade, de modo a aquecer ainda mais a economia local nas comemorações deste período.

Segundo a municipalidade, a cesta deverá ser substituída pelo valor integral de um vale-alimentação, de R$ 277,57. O projeto de lei sobre o crédito no vale-alimentação foi aprovado em única votação na câmara de vereadores.

Redação Só Notícias (foto: assessoria)