Política

Prefeitura de Cuiabá cumpre determinação do MP e demite 650 contratados da Saúde

O prefeito Emanuel Pinheiro por meia da Secretaria Municipal de Saúde (SMS) atendeu à determinação do Ministério Público de Mato Grosso e demitiu com 650 servidores temporários ligados a pasta, hoje. As demissões correspondem a 25% do quadro geral de servidores, incluindo funcionários do Hospital Municipal São Benedito.

A medida cumpre o Termo de Ajustamento de Conduta (TAC) firmado com o Ministério Público em dezembro, após as recomendações do promotor Célio Fúrio, que previa exoneração imediata de todos os contratos temporários e realização de concurso público.

De acordo com o secretário de Saúde de Cuiabá, Luiz Antônio Possas de Carvalho, “apesar de a gestão reconhecer a decisão do promotor como primordial, atendê-la exonerando todos os contratos temporários naquele momento teria causado um colapso com grandes danos à população por se tratarem de servidores essenciais à Saúde. Dessa forma, dialogamos com o MP, expomos os riscos do cumprimento da decisão na íntegra e chegamos à elaboração do TAC. Ou seja, trabalharemos em regime de força-tarefa para suprir a demanda dessas pessoas que tiveram seus contratos reincididos até que o concurso público, para todos os cargos, possa ser realizado e, assim, honrarmos a manifestação do promotor na íntegra”.

O gestor ainda explicou que as rescisões dos contratos obedeceram a critérios e agradeceu o empenho dedicado por cada servidor.

Redação Só Notícias (foto: assessoria)