Política

Prefeito de Tangará não foi notificado do afastamento e continua no cargo

O prefeito de Tangará da Serra, Júlio César Ladeia (PR), permanece no cargo, mesmo após a aprovação de seu afastamento pelos vereadores, ontem à noite. De acordo com a assessoria de comunicação da prefeitura, o prefeito ainda “não foi notificado” e, assim que for, recorrerá da decisão.

Conforme Só Notícias já informou, Ladeia teve o pedido de afastamento aprovado por nove votos a um. A decisão atendeu a um pedido de abertura de Comissão Especial de Inquérito (CEI) proposta por entidades civis organizadas. O período de afastamento é de 90 dias, prorrogáveis por mais 90, de acordo com a necessidade da investigação. Caso o prefeito não consiga reverter a situação na justiça, assume o vice José Jaconias da Silva (PT).

O requerimento, assinado por entidades representativas, aponta que o prefeito teria cometido atos de improbidade administrativa. Ladeia responde a várias ações civis públicas propostas pelo Ministério Público Estadual (MPE). Entre as denúncias, estão um suposto desvio de quase R$ 700 mil do fundo de reequipamento do Corpo de Bombeiros, além de desvios na execução do programa Pró-Jovem. O prefeito enfrenta grave índice de rejeição e impopularidade por conta dos problemas administrativos e investidas judiciais do MPE.

Ano passado, Ladeia ficou alguns meses afastado da prefeitura devido acidente em uma rodovia, onde perdeu movimento das pernas.