Política

Prefeito conhece em SP cronograma de obras da ferrovia estadual a Nova Mutum até 2027

O prefeito Leandro Félix e o vice Alcindo Uggeri se reuniram, ontem, com a empresa detentora de concessão da ferrovia de São Paulo a Mato Grosso e que vai construir a ferrovia estadual, idealizada pelo governador Mauro Mendes, ligando Rondonóplis a Cuiabá, Nova Mutum e Lucas do Rio Verde, com as obras iniciando e previsão de conclusão até 2028. Eles conheceram detalhes processo de implantação do terminal de cargas em Nova Mutum, onde a companhia adquiriu 1,1 mil hectares para construir o terminal rodoferroviário.

A área fica a cerca de 15 km da BR-163, onde deve ser construído o terminal de cargas e de pátio de manobra dos trens. A obra do terminal deve começar em janeiro do ano que vem e a previsão inicial é até 2027 chegarem os trilhos a Mutum, que está entre os maiores produtores de grãos de Mato Grosso

“Queremos estar adiantados e preparados para este momento e, por isso, estamos planejando investimentos, prevendo um grande impacto econômico na nossa cidade. A linha férrea vai impactar toda a sociedade mutuense, que precisa se preparar para o ciclo de modernidade que iremos presenciar”, manifestou Leandro, referindo-se a vinda de mais empresas e aumento no número de moradores.

O vice, Alcindo Uggeri, acrescentou é necessário este acompanhamento para que o município suporte a constância de crescimento que engloba mudanças nos entroncamentos e perímetro urbano da nossa cidade. “Precisamos estar perto deste ambiente de negócios para fazer investimentos na nossa cidade com envergadura para avançarmos ainda mais”, manifestou.

O investimento da iniciativa privada será de R$ 12 bilhões de Rondonópolis a Lucas, com mais de 730 km de trilhos, pontes, túneis, conferência de distância de assentamentos, nascentes, cavernas, a região de Serra de São Vicente, e o terminal Malha Norte, localizado em Rondonópolis.

 

Só Notícias (foto: assessoria)