Política

Prefeita vai a Brasília em busca de recursos para construir nova UPA em Sinop

A prefeita de Sinop, Rosana Martinelli confirmou, ao Só Notícias, que tem audiências agendadas e compromissos na busca por recursos para o município nas áreas de Infraestrutura da Saúde. Um deles será para construção da nova Unidade de Pronto Atendimento (UPA), na região do bairro São Cristóvão. São estimados para a obra e equipamentos ao menos R$ 4 milhões.

“A nova UPA do São Cristóvão é um compromisso nosso e que será construída. Nós já tínhamos protocolado o pedido mas, agora, vamos estar reforçando com esse novo governo. Deve ficar em média R$ 4 milhões. Ela não tem que ter só a construção, mas precisa ser equipada. Essa unidade vai facilitar a vida do cidadão para não precisar atravessar toda a cidade para ser atendido (na UPA da avenida André Maggi, no bairro Maria Vindilina). Também vamos pedir no ministério da Saúde a construção de um Centro de Atenção Psicossocial (CAPS) novo de acordo com as exigências do órgão”, afirmou Martinelli.

A prefeita disse ainda que, nos últimos dois anos, houve uma melhora significativa nos atendimentos da Saúde em Sinop. “Foram feitas várias adequações no setor. Colocamos mais médicos nos Postos de Saúde, trocamos os atendimentos, instalamos uma central para garantir as consultas agendadas. De agosto até setembro, ampliados para duas mil consultas na nossa rede somente com esse sistema de lembrar as pessoas dos agendamentos. Com o hospital também fazendo as cirurgias, avançamos muito na saúde”, avaliou.

A gestora também deve cobrar a liberação de recurso para obras na região da Gleba Mercedes (cerca de 95 km da cidade). “Nós já temos licitado. É um convênio com o Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (Incra). Temos a empresa licitada, contratada e o governo Federal não repassou os recursos para iniciar a construção dos buieiros”.

Ontem, conforme Só Notícias já informou, Rosana lançou as obras de drenagem de águas pluviais em um trecho de mais de 12 mil metros da estrada Jacinta, nas proximidades da paróquia São Cristóvão. Serão beneficiados diretamente ao menos 20 mil moradores dos bairros o Maripá, Lisboa, Paulista, São Cristóvão, Pequena Londres, Ibirapuera, além de outros 20 indiretamente. Para essa etapa, são mais de R$ 2,5 milhões em investimentos pela prefeitura.

Veja o vídeo

Só Notícias/Cleber Romero (foto: Só Notícias/Guilherme Araújo/arquivo)