Política

Prefeita de Sinop desiste de fazer parte da missão da Assembleia e não vai à Argentina

A prefeita Rosana Martinelli não vai mais a Argentina, esta semana, como estava previsto. O projeto pedindo autorização da câmara municipal para se ausentar do país, a partir de hoje até a próxima segunda-feira, seria votado na sessão de ontem à tarde mas acabou sendo retirado de pauta pelo líder do Executivo, Mauro Garcia. O motivo não foi detalhado.

Uma fonte informou que Rosana foi a Cuiabá, ontem à tarde, para finalizar e assinar um convênio de uma “grande obra” para Sinop, que deve ser anunciada nos próximos dias. A assessoria informou que houve “remanejamento na agenda de trabalho da gestora”.

Rosana faria parte de uma missão oficial da Assembleia Legislativa, da Câmara Setorial. Parlamentares e alguns prefeitos foram a Córdoba conhecer o modelo tributário da segunda cidade mais populosa da Argentina e capital de província do mesmo nome. A prefeitura havia argumentado, no projeto enviado à câmara, que a “ênfase da viagem está pautada em diversos aspectos, em especial na forma de divisão dos entes, acentuando a importância do modelo de arrecadação justo e eficiente”.

Só Notícias/Editoria com Herbert de Souza (foto: Só Notícias/Guilherme Araujo/arquivo - atualizada 09:28h)