Política

PF faz acareação entre ex-superintendente do Ibama e empresário

Um denunciou. O outro desmentiu. Agora os dois estão frente a frente na superintendência da Polícia Federal realizando uma acareação entre. O engenheiro florestal Álvaro Fernando Cícero Leite e o ex-gerente do Ibama em Mato Grosso, Hugo Scheuer Werle continuam frente a frente na PF desde às 9 horas de hoje.
     
Em depoimento, Álvaro, que trabalha como despachante de empresas reflorestadoras em Mato Grosso, acusou Hugo de cobrar propina para a aprovação de um projeto de reflorestamento da empresa Tecamat junto ao IBama. Hugo negou a acusação.
     
Álvaro confirmou que conversou com o gerente administrativo da Tecamat, Alex Leonardo de Oliveira, na tarde do dia 24 de fevereiro para tratar de um projeto de interesse da empresa. A conversa foi gravada pela Polícia Federal com autorização da justiça.
     
O despachante contou a Alex que foi ao Ibama e encontrou-se com Hugo Werle, até então superintendente do Ibama. Hugo teria pedido propina para aprovar o projeto. O engenheiro florestal afirma que chegou a ficar assustado e surpreso, pois até então tinha Hugo como uma pessoa honesta.
     
Álvaro afirmou em depoimentos à PF, que não havia qualquer obstáculo para que o Hugo aprovasse o projeto. “Todavia o Hugo se recusou a assinar o projeto, caso não recebesse propina”, afirmou Álvaro.