Política

OAB de Mato Grosso pode implantar disque denúncia para casos de nepotismo

A Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) pretende lançar um disque-denúncia como parte da campanha contra o nepotismo iniciada pela entidade na última quarta-feira. O presidente da comissão nacional de combate ao nepotismo da OAB, Wladimir Rossi Lourenço, afirmou que, a princípio, a função da campanha é informar a sociedade para que ela lute contra a prática de contratar parentes para cargos públicos.
     
“Nós estamos pensando em um segundo momento partir para a instalação de um disque-denúncia, mas não agora. Agora o objetivo da OAB é informar a sociedade para que acompanhe a tramitação das emendas no congresso e cobre dos parlamentares o fim dessa prática”, afirmou.
     
Para que a voz da população seja ouvida no Congresso, as seccionais da OAB em todo o Brasil vão ajudar a colher assinaturas para um abaixo-assinado.
     
De acordo com Rossi, o processo de recolhimento de assinaturas deve durar dois meses, já que haverá 40 sessões para discutir a emenda na Câmara dos Deputados. Atualmente, onze emendas sobre a prática do nepotismo tramitam no Congresso Nacional. Wladimir Rossi entende esse momento como uma oportunidade única para sociedade de se fazer ouvir.
     
 “Nós temos uma chance única com a tramitação dessas emendas no Congresso. Na OAB nós entendendo que podemos debelar essa prática e que vamos conseguir com a participação de toda a sociedade brasileira”, disse.