Política

MP abre inquérito e apurar supostas irregularidades em terrenos doados para empresas em Sorriso

A assessoria do Ministério Público de Sorriso, confirmou ao Só Notícias, que instaurou inquérito para apurar a legalidade dos terrenos do Distrito Industrial e Comercial Leonel Bedin 2, doados para empresários. Ontem, parte dos comtemplados esteve reunido com o secretário de Desenvolvimento Econômico, Cláudio Drusina, e demais vereadores para saber se há algum risco de perderam os imóveis.

“É um caso muito grave. Hoje, tem 24 empresas que estão lá. São muitos empregos que estão gerando e está funcionando. Não pode simplesmente revogar uma lei e deixar esses empresários na possibilidade de perder tudo que construíram. É um assunto muito sério. Ficou acertada uma reunião junto com os promotores para rever essa situação porque não dá para simplesmente revogar a lei”, disse o vereador Leandro Damiani. Ainda segundo o vereador, o projeto é de 2016 e a aprovação saiu na metade de 2017 e a questão ‘temporal’ estaria implicando no impasse com o Ministério Público.

De acordo com o secretário de Desenvolvimento, Econômica Cláudio Drusina houve “uma falha na lei. Em 2016, se criou um decreto para a criação do loteamento segunda etapa, em momento algum, se direcionou de forma direta e explicita dizendo que teria que seguir as regras do Leonel Bedin 1. Se isso tivesse sido colocado nada disso estaria acontecendo. Mas, a falta dessa informação dentro da lei é o que nos traz uma inconsistência.

Só Notícias/David Murba (foto: Tiago da luz/arquivo)