Geral

Nortão: polícia descarta possível latrocínio de pecuarista e funcionária

O delegado da Polícia Civil de Juara (291 quilômetros de Sinop), Carlos Henrique Engelmann disse, ao Só Notícias, que está descartada inicialmente a hipótese de latrocínio – roubo seguido de morte – do pecuarista Walmor Gonçalves dos Santos, de 71 anos, e da funcionária dele, Aparecida Luciano Nogueira, de 49 anos.

“A polícia instaurou inquérito e está investigando. Já ouvimos alguns familiares que apontaram vários detalhes, mas nenhum contundente no sentido de identificar a autoria do deleito. Aparentemente é um duplo homicídio já que nada foi furtado da casa onde foram eles encontrados. Temos várias linhas de investigação. Porém, nenhuma prova que leve até algum suspeito. É um caso bastante difícil, mas estamos buscando solucionar”, explico Engelmann

Um dia após o crime, a Polícia Civil confirmou que os dois foram assassinados a tiros. Walmor e Aparecida foram sepultados em Juara. Os corpos estavam em uma residência, de uma chácara, a cerca de 1,5 quilômetro do centro da cidade, no dia 9 de janeiro.  Preliminarmente, foi constatado que os dois estavam mortos há mais de cinco dias.

Walmor foi um dos pioneiros de Juara e madeireiro por muitos anos – era dono de serraria e trabalhou por cerca de 15 anos no setor.

Só Notícias/Cleber Romero