Política

Médicos fazem traqueostomia em prefeito de Tangará; quadro é estável

O prefeito de Tangará da Serra, Julio César Davoli Ladeia, 49 anos, foi submetido hoje a traqueostomia – procedimento cirúrgico no pescoço que estabelece um orifício artificial na traquéia e freqüentemente realizado em pacientes necessitando de ventilação mecânica prolongada. A técnica apresenta diversas vantagens como mais facilidade de remoção de secreções da árvore traqueobrônquica e manutenção segura da via aérea.

O boletim divulgado há instantes e assinado pelo médico Rogério Luiz P. Reganim aponta apenas que o estado de saúde é “grave, mas estável clinicamente”. Não foi fornecida outra informação, nem se o prefeito voltou a ser mantido sob sedativos.  Hoje, conforme Só Notícias já informou, faz uma semana que ele sofreu acidente com caminhonete na MT-010 ( tombou ao sair da pista) e teve fraturas em duas vértebras da coluna cervical. Foi removido de helicóptero, passou por cirurgia de aproximadamente 3 horas e, desde então, está na UTI. Há poucos dias, os médicos tentaram retirar os aparelhos que auxiliam na respiração, mas foi necessário mantê-los.

O vice-prefeito José Jaconias assumiu interinamente a prefeitura, inicialmente, por 60 dias.