Política

MDB de Sinop perde 4 vereadores; Republicamos e DEM passam ser maiores bancadas na câmara

A janela partidária, que permite aos políticos com mandato trocar de partido sem prejuízo ao cargo, termina hoje. No sábado (4), quando os partidos divulgarem as suas listas de filiados, a Câmara Municipal de Sinop terá uma nova, e reformulada, configuração de bancadas com muitas trocas de partidos por parte dos vereadores. Antes mesmo do fim da janela, Só Notícias fez um mapeamento da nova composição, que, em virtude do prazo ainda aberto, pode sofrer alterações, uma vez que ainda têm vereadores rearranjando a situação partidária. Até a metade desta quinta-feira (2), dez vereadores já tinham definido as trocas, um está sem partido e outro disse que analisa a possibilidade de mudança.

O MDB, que era o maior no parlamento municipal, desidratou, perdeu 4 vereadores. O partido do deputado Juarez Costa ficou apenas com a vereadora Maria José.

Quem ganhou muito espaço na Câmara foi o Republicanos, que em Sinop é presidido pelo empresário Roberto Dorner e que atraiu o presidente do legislativo, Remídio Kuntz (ex-PL) e os vereadores Ademir Debortoli (ex-MDB), Hedvaldo Costa (ex-PL) e Lindomar Guida (ex-MDB) passando a ser a maior bancada com 4 parlamentares.

O Democratas, do governador Mauro Mendes, que não tinha nenhum parlamentar em Sinop, cresceu com a chegada de Billy Dal Bosco (ex-PL) e Luciano Chitolina (ex-PSDB) em articulação que também teve participação do deputado Dilmar Dal Bosco.

O PL, da prefeita Rosana Martinelli, tem agora a Professora Branca e a chegada de Gilmar Flores, o Joaninha, que desembarcou do MDB. O partido tinha 4 e agora ficou com 2.

O PSDB também diminuiu de quatro para dois vereadores. O ninho tucano ainda conta com Dilmair Callegaro e com Adenilson Rocha.

Quem também passou a ter representatividade no parlamento municipal foi o Podemos, com Tony Lennon (ex-MDB) e o PSL, com Ícaro Severo (ex-PSDB) além do Patriotas que tem como representante Leonardo Visera.

O PDT se mantém com o vereador Joacir Testa, mas o parlamentar informou ao Só Notícias que pode trocar de partido para fortalecer um projeto maior.

Quem deixou de compor o parlamento foi o PP, que perdeu o vereador Leonardo Visera. Ele se desfiliou, mas ainda não definiu seu rumo. Com convites de vários partidos, entre eles o DEM, Republicanos e PSL, ele deve fazer a escolha até sexta-feira.

Veja abaixo como estão as bancadas, por enquanto:

Republicanos – Remídio Kuntz (ex-PL), Ademir Debortoli (ex-MDB), Hedvaldo Costa (Ex-PL) e Lindomar Guida (ex-MDB)

Democratas – Billy Dal Bosco (ex-PL) e Luciano Chitolina (ex-PSDB)

PL – Professora Branca e Joaninha (ex-MDB)

PSDB – Dilmair Callegaro e Adenilson Rocha

MDB – Maria José

PSL – Ícaro Severo (ex-PSDB)

Podemos – Tony Lennon (ex-MDB)

PDT – Joacir Testa (mas pode mudar)

Sem partido – Leonardo Visera (analisa convites do DEM, PSL e Republicanos)

Só Notícias/Marco Stamm, de Cuiabá (foto: assessoria/arquivo - atualizada 13:50h)