Política

Governo confirma que Mato Grosso terá com 8 aeronaves para combater queimadas

A partir desta semana, oito aeronaves passarão a ser utilizadas pelo governo do Estado para o combate aos incêndios florestais, principalmente no Pantanal, e foi possível porque mais duas aeronaves serão contratadas – e vão se unir às outras seis já utilizadas – para reforçar a estrutura contra o fogo em todo Estado. Um dos aviões terá capacidade de armazenagem de água de três mil litros e outro de dois mil litros e os dois já devem entrar em operação, amanhã. Uma terceira aeronave será contratada para uso na semana seguinte.

Entre as ações feitas pelo governo para combate aos incêndios, até agora, estão investimento de R$ 22 milhões em recursos dos cofres estaduais para o enfrentamento ao fogo, mais R$ 10,1 milhões destinados pelo governo Federal para reforçar as ações e poderão ser utilizados pelo Estado na próxima semana.

Ainda foram aplicados R$ 189 milhões em multas por uso irregular do fogo e R$ 1 bilhão, por desmatamento ilegal. Cerca 2.500 profissionais estão envolvidos nos trabalhos, desde bombeiros militares, voluntários, integrantes da Defesa Civil, da Marinha e do Exército.

Além disso, junto com seis aeronaves (mais duas na próxima semana), três helicópteros, mais de 40 viaturas, maquinário e caminhões-pipa, as equipes de combate aos incêndios florestais em Mato Grosso alcançam o total de 40. Também foram investidos R$ 500 mil no posto de atendimento a animais silvestres no pantanal e mais R$ 300 mil ainda serão aportados para reforçar o resgate dos animais atingidos pelos incêndios na região.

O governo também passou a negativar os devedores de multas ambientais em cadastros de proteção ao crédito e o uso de produtos retardantes foi liberado para o combate ao fogo.

Durante as ações, peritos estaduais constataram que os incêndios no Pantanal foram causados por ação humana e inquéritos foram abertos pela Delegacia de Meio Ambiente para penalização dos responsáveis. As queimadas podem ser denunciadas através do 193.

Redação Só Notícias (foto: assessoria/Mayke Toscano)