Política

Juízes mato-grossenses debatem a reforma no Judiciário

Terminou hoje o I Encontro Regional da Associação Mato-grossense de Magistrados (AMAM) do pólo de Tangará da Serra. O evento teve início na última sexta-feira e se estendeu durante o fim de semana e proporcionou aos magistrados troca de informações e integração. “Com o excesso de trabalho acabamos não valorizando a necessidade de conhecermos os colegas das demais comarcas”, afirmou o presidente da Associação, desembargador Paulo Inácio Dias Lessa.

No primeiro dia de Encontro foram homenageados, no Fórum Cível de Tangará, os juízes que atuaram na cidade. Os magistrados participaram da inauguração da galeria de fotos de 36 juízes que passaram ou que ainda atuam pela comarca. O primeiro juiz titular da cidade, desembargador Orlando de Almeida Perri, destacou que o desenvolvimento do município deve-se a bravura de seus habitantes. “Tangará cresceu com a ajuda de toda a sociedade, inclusive dos magistrados, que influenciaram esse crescimento”, afirmou Perri.

O presidente do Tribunal de Justiça de Mato Grosso, José Jurandir de Lima, também participou do Encontro e visitou as novas instalações do Fórum.

Durante a abertura do evento, ocorrida no Centro de Tradições Gaúchas, o desembargador Paulo Lessa ratificou a principal proposta da sua gestão. “A

AMAM luta na defesa dos magistrados. Há muito tempo somos atacados por outras categorias, não aceitaremos mais ofensivas injustas”, disse.

O Encontro foi de integração entre os magistrados do pólo e a sociedade de Tangará. No sábado, os participantes do evento conheceram os projetos sociais do Rotary Clube de Tangará. No domingo, participaram do plantio de 60 mudas de árvores no pátio do Serviço Autônomo Municipal de Água e Esgoto (Samae). O plantio marcou o início da recuperação da micro-bacia do rio Queima Pé, que abastece toda a cidade de Tangará da Serra. O projeto, idealizado pela prefeitura, em parceria com o governo e produtores locais, prevê curvas de níveis, adequação de estradas e construção de terraços. No total serão plantadas mais de 50 mil mudas para a recuperação da área.

Na manhã de sábado, 30, foram realizadas duas palestras em um dos principais pontos turísticos de Tangará da Serra, a Cachoeira Salto das Nuvens. O diretor da Associação dos Magistrados Brasileiros (AMB) e presidente da comissão da efetividade da justiça brasileira, Roberto Siegmann, ministrou palestra sobre a reforma do judiciário. A psicóloga especialista em programação neurolinguística, Clô Guilhermino, falou sobre as linguagens do amor. A última atividade do evento foi um campeonato de pesca realizada na pousada Pesqueiro.