Política

Japoneses vão dar curso de doutorado em madeira em Mato Grosso

A secretária de Estado de Ciência e Tecnologia, Flávia Nogueira, participa neste domingo, às 19h., no hotel Amazon, da abertura do workshop “Reduced impact Forest management with multiple Forest utilization aining the sustentability” (Manejo floresta de impacto reduzido com múltipla utilização da floresta visando a sustentabilidade), promovido pelo Grupo de Pesquisas em Madeira e Estrutura de Madeira (GPMEM) da UFMT. O workshop, que acontecerá na segunda e terça-feiras (11 e 12) tem por objetivo firmar o convênio de cooperação internacional entre a UFMT e a Universidade de Nagoya, do Japão.

De acordo com o coordenador do GPMEM, José Manuel Henriques de Jesus, durante o evento os grupos de pesquisa sobre a madeira das duas universidades (da UFMT serão os grupos de Agricultura Tropical, Química e do Centro de Tecnologia da Madeira) apresentarão seus trabalhos e juntos farão o rascunho do convênio.

“É uma oportunidade de os parceiros se conhecerem melhor”, disse Henriques, lembrando que os contatos entre as duas universidades acontecem desde 2003, e que desde então os pesquisadores japoneses já fizeram várias visitas a Mato Grosso.

O convênio de cooperação prevê a realização de parcerias no oferecimento de cursos de doutorado e de pesquisas sobre madeira. As pesquisas serão realizadas em

Em julho, os pesquisadores japoneses conhecerão a área onde se instalará o centro de pesquisas, um terreno de três mil hectares no município de Cotriguaçu, cedido em comodato por um empresário local.