Política

Mauro afirma que seu governo instalou 585 UTIs e é “preciso que cada um faça a sua parte” contra Covid

O governador Mauro Mendes (DEM) fez um balanço das ações do governo do Estado durante a pandemia, em entrevista para uma rádio em Cuiabá, esta manhã. O gestor citou que o governo, pouco mais de um ano, abriu e mantém o custeio de 585 UTIs para tratar casos de Covid nos municípios – parte delas em parceria com algumas prefeituras. Além disso, pediu o apoio da população no reforço às medidas de distanciamento social.

“Tínhamos em Mato Grosso, em março do ano passado, 127 UTIs normais para atender as comorbidades e doenças. Hoje já em abril de 2021 chegamos a 585 UTIs para covid abertas pelo Governo do Estado e algumas delas em parceria com prefeitos”, relatou.

Conforme o governador, cada leito de UTI para covid-19 possui despesa diária de R$ 2 mil. A maior parte dos leitos existentes são bancados de forma integral pelo Governo do Estado, e outros possuem cofinanciamento do governo Federal. “Se abre 10 UTIs, são R$ 20 mil por dia. 30 dias são R$ 600 mil por cada conjunto de 10 UTIs. E custeamos 585 UTIs. Uma parte desse recurso vem do governo Federal, ou deveria vir. O ano passado veio, esse ano cortou, não habilitou. Mas o governo fez um decreto dizendo que os prefeitos podem abrir UTIs, que se o Governo Federal não pagar, o Governo do Estado paga. E estamos pagando para as prefeituras, para os contratados”, mencionou.

Apesar de a atenção básica ser de responsabilidade das prefeituras, o governador registrou que o Governo de Mato Grosso tem feito grandes esforços para auxiliar nessa tarefa, a exemplo da abertura do Centro de Triagem Covid-19 na Arena Pantanal. “Compramos 600 mil testes e distribuímos para os 141 municípios. A Arena Pantanal está atendendo cerca de 1 mil pessoas por dia, chegando a 140 mil atendimentos. E todo mundo sabe que esse serviço de atendimento, de consulta, deveria ser feito na atenção básica. Mas ao invés de criticar quem não fez, o Governo foi lá e fez. E estamos comprando mais 500 mil testes para entregar aos municípios, que devem chegar em breve. 50 mil já chegaram. Para melhorar a testagem, identificar a pessoa que está com o vírus, para ela não continuar transmitindo”, elencou, ao lembrar que o Governo também se dispôs a dar auxílio financeiro às prefeituras que abrirem seus próprios centros de triagem.

O governador ainda lembrou da recente compra de 1,2 milhão de doses da vacina Sputnik V e pediu que a população reforce as medidas de distanciamento enquanto não houver a imunização de toda a população. “Muita gente circulando resulta em muito vírus circulando, muita gente se contaminando, sendo internada e morrendo. Isso dói muito. Conheço muitos amigos, pessoas próximas que já perderam a vida. Famílias inteiras, pai, mãe, filhos perdendo a vida. Nós não vamos descansar e vamos continuar fazendo tudo o que é necessário. Mas peço para a população: faça a sua parte. Porque o Governo está no limite. Falta médicos intensivistas para tocar as UTIs, porque o Brasil está batendo recorde em cima de recorde de mortes. As pessoas precisam fazer a sua parte para salvar a sua vida e a vida da sua família. Praticar o distanciamento, usar máscara e evitar aglomeração a todo custo”, concluiu.

Redação Só Notícias (foto: Mayke Toscano/assessoria/arquivo)