Política

Grupo de oposição a Mauro transfere para esta 5ª decisão de candidaturas

A federação partidária Brasil Esperança, formada pelo PT, PC do B e PV, não definiu, hoje, como havia sido prevista, a chapa majoritária com candidato a governador, vice e ao Senado. Pela manhã, o senador Carlos Fávaro (PSD) reiterou está fora das eleições, previu que a definição seria esta tarde. As lideranças transferiram a decisão para esta quinta-feira, às 17h.

O presidente do Partido Verde (PV) e vice-prefeito de Cuiabá, José Roberto Stopa, alegou que o grupo ainda precisava fazer algumas articulações “a nível nacional”, mas não detalhou quais. “Esse prazo é pra que a gente possa ter um nome e divulgue a nossa chapa com bastante transparência para zerar esse jogo e já começar a pedir voto. Precisamos fazer algumas definições a nível nacional e isso será conversado”, disse.  “Nós vamos ter candidato tanto ao Senado quanto ao governo. A federação terá candidato. Isto é a única coisa certa”, finalizou.

A Gazeta Digital informa que o grupo defenderia a candidatura da primeira-dama de Cuiabá, Márcia Pinheiro (PV), para disputar o governo, mas ela estaria relutante. O acordo inicial é para ela ser 1ª suplente ao Senado na chapa do deputado federal, Neri Geller (PP).

Só Notícias (foto: arquivo/assessoria)