terça-feira, 28/maio/2024
PUBLICIDADE

Faiad diz que governo define em abril aumento para servidores estaduais

PUBLICIDADE

O secretário estadual de Administração, Francisco Faiad, disse há pouco, ao Só Notícias, que está analisando o percentual de reajuste que será concedido para os cerca de 100 mil servidores estaduais. “Na LOA (Lei Orcamentária Anual) está previsto um reajuste de 4,6%, porém, o índice do INPC (Índice Nacional de Preço ao Consumidor) foi de 6,2%. Então, estamos analisando com a receita econômica qual valor será aplicado aos servidores”, explicou.

A data base de reajuste salarial aos servidores estaduais é maio, mas Faiad disse que até abril deve ter conclusão. O secretário também adiantou que haverá aumento real. “Estamos analisando qual índice será aplicado no reajuste, mas o aumento real está descartado”, declarou.

Conforme Só Notícias já informou, há um déficit mensal de aproximadamente R$ 44 milhões que praticamente deve impedir que o governo de Mato Grosso conceda reajustes salariais para qualquer categoria do funcionalismo público, que nos últimos seis anos obteve além da reposição da inflação, aumentos reais em seus vencimentos.

A projeção de 5% de reposição das perdas na Lei Orçamentária Anual (LOA) elevou o gasto total previsto para todo o ano para R$ 6,4 bilhões, ou seja, exatos 50% do total de receita prevista que é de R$ 12,8 bilhões, mas que não tem sido atingida nos primeiros 60 dias do ano. Até o dia 8 a arrecadação de impostos de Mato Grosso havia somado R$ 1,303 bilhão, valor 7% menor que o estimado pela própria LOA/2013.

COMPARTILHE:

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE

Mais notícias
Relacionadas

Polícia Federal faz operação e investiga fraudes em licitação na Saúde em Cuiabá

A Polícia Federal deflagrou, esta manhã, a operação Miasma,...

Sinop: prefeito confirma retomada do programa Arranca Safra

As melhorias nas estradas vicinais, através do programa Arranca...

Prefeito inaugura dia 7 uma das maiores escolas em Nova Mutum

O prefeito de Nova Mutum, Leandro Felix, confirmou que...
PUBLICIDADE