Política

Empresas devem entregar até o dia 29 estudos de construir Casa do Parto em Sinop

A prefeitura prorrogou até o próximo dia 29 o prazo para as empresas apresentarem estudos acerca da viabilidade técnica, econômico-financeira e jurídica para elaborar projeto de parceria público-privada para construção, implementação, manutenção, gestão e operação de todos os serviços da ‘Casa do Parto – Hospital Materno-Infantil’. As informações foram publicadas no Diário Oficial do Estado.

A prorrogação foi em decorrência da falta de interessados em participar do processo. Os estudos técnicos devem ser apresentados no setor de protocolo da secretaria de Administração. O valor máximo dos produtos apresentados pelo proponente estabelecido pelo conselho é de aproxidamente R$ 1,1 milhão. O estudo deve conter levantamentos, dados, pesquisas, projetos, informações técnicas, investigações, dados, métodos, pareceres de viabilidade técnica, econômico-financeira e jurídica.

Conforme Só Notícias já informou, o primeiro chamamento público foi em julho do último ano. À época, a prefeita Rosana Martinelli destacou que a ideia era definir toda a PPP para começar as obras ainda no último ano. “Com a Casa do Parto, que terá atendimento gratuito bancado pela prefeitura e SUS, o município deixa de ser refém de apenas um hospital”, apontou.

Na ocasião, ela ainda ressaltou que o levantamento inicial deveria resultar em um projeto “que garanta a conformidade com o modelo mais apropriado para a administração pública, assim como em uma oferta de serviço público adequado à população e a justa remuneração da futura concessionária, garantindo atratividade para a iniciativa privada”.

Só Notícias/Luan Cordeiro (foto: Só Notícias/Guilherme Araujo/arquivo)