Política

Dois vereadores em Sinop não seguem decisão do MDB e apoiarão Wellington

Dois vereadores do MDB de Sinop declararam que não vão seguir a orientação do partido para votar e apoiar o ex-prefeito de Cuiabá, Mauro Mendes (DEM), na corrida ao governo do Estado. Ontem, durante a sessão que marcou o retorno dos trabalhos legislativos no município, os parlamentares Tony Lennon e Lindomar Guida, que são do MDB, declararam voto no senador Wellington Fagundes (PR), com quem o MDB caminhava até trocar o apoio para o Democratas.

Tony é adversário ferrenho do governador Pedro Taques (PSDB) e disse que não se identifica com Mauro Mendes, que, segundo ele, nada fez por Sinop, e que por isso seu candidato é o senador Wellington Fagundes. “O partido fechou com Mendes, mas eu, como vereador, não vou seguir os passos do meu partido. Mendes não fez nada por Sinop, não provou nada para Sinop”, declarou na tribuna.

Guida também usou a tribuna para justificar seu voto em Fagundes dizendo que pensa em Sinop, que tem o médico Jorge Yanai como suplente ao senado, e que escolhe seu voto pelo candidato que o representa e não pelo partido em que está filiado. “A eleição de Wellington Fagundes para o governo de Mato Grosso é a eleição de um senador de Sinop. Temos o doutor Jorge como primeiro suplente de senador, então, meu voto, mais uma vez, é em Sinop, não é bem no Wellington, é em Sinop”, justificou.

Na convenção emedebista, realizada sábado passado em Cuiabá, apenas a deputada Janaína Riva, que é nora de Fagundes, e o suplente de senador Jorge Yanai foram liberados do apoio a Mendes.

Só Notícias/Marco Stamm (foto: Só Notícias/Luiz Ornaghi/arquivo)