Política

Deputado do PSL compra briga com prefeito para defender presidente Bolsonaro

O deputado bolsonarista Delegado Claudinei (PSL) entrou em rota de colisão com o prefeito de Rondonópolis, José Carlos do Pátio (SD), dando o tom do que pode vir a acontecer nas eleições municipais de outubro. O parlamentar atacou o prefeito para defender o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) depois de que Pátio criticou a política habitacional do atual governo federal dizendo ser pior do que a dos governos petistas de Dilma e Lula e criticou os votos da região Centro-Oeste em Bolsonaro.

Nas redes sociais, o Delegado Claudinei chamou Pátio de “esquerdista de primeira” e disse que o prefeito precisa se preocupar em administrar Rondonópolis em vez de criticar o governo Federal.

“A população de Mato Grosso e do Centro-Oeste votou de acordo com sua consciência, pois não queria mais governo petista corrupto no poder. Além disso, critica o governo Bolsonaro. Justamente o senhor que tem um orçamento de mais de R$ 1 bilhão, está no quarto ano da gestão e tem diversos bairros sofrendo na cidade que administra”.

O deputado continuou dizendo que Pátio precisa “pensar muito bem antes de falar, denegrir a imagem do presidente Bolsonaro. Pense no melhor para Rondonópolis, nos bairros que estão sofrendo. Não venha criticar o Bolsonaro, que tenta fazer o melhor para o país. São 16 estados em que o índice de desemprego caiu. Chega de populismo barato, vamos trabalhar para resolver os problemas da nossa cidade”.

Falando para a população, num discurso inflamado, o prefeito criticou a política habitacional de Bolsonaro e enalteceu a população do Nordeste que preferiu Fernando Haddad a Bolsonaro.

“O atual presidente da República não tem política habitacional. Naquela época era o presidente Lula e a presidente Dilma e este presidente não está nos ajudando. Por isso é que eu não estou construindo casa. Eu estou sim dando terreno, porque o povo viu que inicia a casa, mas não tem política habitacional neste país. Quero falar para vocês que quem deve isso é a região Centro-Oeste, porque o povo nordestino votou certo”, discursou.

Só Notícias/Marco Stamm, de Cuiabá (foto: Fablicio Rodrigues/arquivo)