Política

“Deputado-bomba ” começa a depor e garante que não renuncia

O presidente nacional do PTB, Roberto Jefferson, começou a depor, agora há pouco, na comissão de ética da Câmara dos Deputados sobre suas denúncias que o PT pagaria mesada (mensalão) para deputados da base aliada.

Jefferson diz que responderá com toda sinceridade e que a tentativa de lhe intimidar do Conselho, “para que eu não possa renunciar sob risco de perder meu cargo, não adiantará, pois ele enfrentará o processo até o fim”. Jefferson disse ainda: “Nada temo”, diz Jefferson. “Não vou renunciar”.
Ele diz que a matéria publicada na Veja no dia 14 de maio em que Maurício Marinho – ex-diretor dos Correios- é pego, trata-se de um flagrante montado, gravado por agentes da Abin.

Jefferson diz que não entendeu ainda como o Correio Aéreo Noturno, de Silvinho Pereira, não foi investigado. “Onde há superfaturamento de 300%”, denuncia.
Roberto Jefferson diz que 60% do que disse Maurício Marinho apontam para o secretário e para o tesoureiro

Mais informações, em instantes.