Política

Deputada diz em conselho de ética que recebeu proposta para entrar no PL

O líder do PL na Câmara, deputado Sandro Mabel (GO), negou, em depoimento ao Conselho de Ética da Casa, que tenha oferecido uma proposta financeira para que a deputada Raquel Teixeira (GO) trocasse o PSDB pelo PL.

Ele rebateu as acusações de Raquel ao afirmar que “nunca existiu proposta de acordo financeiro a qualquer parlamentar para ingressar no PL”. Mabel confirmou que, realmente, fez o convite à deputada e a outros parlamentares para se filiarem ao PL, mas sem oferta de dinheiro.

De acordo ainda com o deputado do PL, a deputada Raquel Teixeira é que o procurou falando que precisava de um partido em que ela tivesse mais espaço. “Eu disse a ela que dividiria o tempo de televisão com ela e que conseguiria mais espaço para ela dentro do PL”, afirmou. Segundo Mabel, ele teria chegado a dizer que o governador de Goiás, Marconi Perillo (PSDB), não a deixaria sair do partido.

Raquel Texeiria prestou depoimento hoje no Conselho de Ética e confirmou a proposta do de “pagamento mensal de R$ 30 mil”, para que ingressasse o Partido Liberal. Segundo Raquel, no início da conversa, o hoje líder do PL disse que o partido estava querendo se repaginar, ter uma cara nova e, para isso, queria uma mulher parlamentar com suas características, de educadora