quinta-feira, 13/junho/2024
PUBLICIDADE

Defensor-geral do Estado é acusado de irregularidades

PUBLICIDADE

Defensor público-geral do Estado, André Luiz Prieto, é alvo de investigação da subcorregedoria-geral por suposta malversação dos recursos públicos, em ação proposta originalmente pela ONG Moral, que gerou pedido de afastamento de sua função. Na terça-feira, ao tomar conhecimento da medida, divulgada na imprensa local, Prieto ameaçou instaurar procedimento contra o subcorregedor-geral, Ademar Monteiro da Silva, em razão do vazamento de dados sigilosos.

Pesa contra Prieto série de denúncias feitas pela Ong Moral que envolvem a utilização de combustíveis com indícios de superfaturamento. Em 2011, em coletiva à imprensa, representantes da Ong Moral disponibilizaram quadro de gastos da Defensoria Pública de Mato Grosso, com tabelas sobre despesas que passavam por combustíveis, diárias, passagens aéreas e inclusive, com questionamentos sobre festa de confraternização.

Prieto frisou novamente que todos os gastos da instituição estão à disposição da sociedade, são públicos e passam pela fiscalização criteriosa do Tribunal de Contas do Estado (TCE), sob crivo da auditoria. Disse que são infundadas as acusações e fez questão de frisar que parte dos combustíveis, relativo ao exercício de 2011, ainda está sendo utilizada pelo órgão.

Destacou ainda que qualquer pedido de sindicância interna deve ser avaliado por ele, mas neste caso, por supostamente ter interesse na causa, o relatório foi endereçado ao defensor-geral substituto, Augusto Celso Reis Nogueira, para que o afaste do comando da instituição.

Considerou um equívoco a ação de Ademar. "Ele cometeu um equívoco a respeito dos gastos com combustíveis, pois fizemos uma previsão para um ano com gasto médio de 400 litros de combustível por veículo e adquirimos os tickets que estão guardados no cofre da Defensoria e são distribuídos de acordo com a necessidade de cada comarca", justificou.

Ademar confirmou a ação e ainda o encaminhamento de processo ao Ministério Público. No MP, o caso está sob análise do promotor de Justiça Mauro Zaque.

COMPARTILHE:

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE

Mais notícias
Relacionadas

Governador entrega 281 km de asfalto ligando Médio Norte ao Nortão

O governador Mauro Mendes irá entregar, neste sábado (15),...

Processo de inscrições de conjunto habitacional em Lucas do Rio Verde vão até julho

Após período de agendamento inscrições do habitacional “Águas do...

Fundo para receber doações para criação de parques é sancionado em Mato Grosso

O governador Mauro Mendes sancionou a criação do Fundo...

Prefeito de Sinop e parlamentares prestigiam posse de Rosana no Senado

O prefeito Roberto Dorner (PL), a secretária Sheila Pedroso,...
PUBLICIDADE