Política

Criação da Secretaria Desenvolvimento Ambiental é aprovada. Oposição critica pressa.

A criação da Secretaria de Estado de Desenvolvimento Ambiental de Mato Grosso – SEDEA- para gerir as questões ambientais do Estado acirrou a discussão entre deputados governistas e da oposição. O projeto de lei complementar (Mensagem 43/05), que cria a secretaria foi aprovado em primeira votação, por unanimidade, e deve receber emendas na segunda votação Haverá o acompanhamento de uma comissão especial criada na casa para dar subsídio ao trâmite processual.

Mas a aprovação não significa que a votação ocorreu de forma tranqüila. A deputada Vera Araújo, do PT, votou favoravelmente à proposta, porém, considerou a pressa com o qual o projeto foi aprovado um “desrespeito” à atividade parlamentar. Foi aprovado o parecer da Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) e o projeto será encaminhado agora para uma comissão que analisará seu mérito.

A mensagem da criação da secretaria foi protocolada na terça-feira na Assembléia e Vera só recebeu uma cópia do projeto 15 minutos antes da votação. O deputado Carlos Carlão Nascimento, do PSDB, também criticou a pressa, embora tenha votado a favor do projeto. Ele havia recebido cópia do projeto durante a sessão e alegou que os parlamentares perderam uma oportunidade de fazer melhorias na proposta.

O deputado José Carlos do Pátio também falou que o projeto estava tramitando “muito rápido”, mas observou que o secretário Marcos Machado estaria tentando resolver um problema sério.

A secretaria teria 128 cargos de confiança.