Política

Com fraco comparecimento da militância, Berzoini é eleito presidente do PT

O coordenador nacional do PED (Processo de Eleições Diretas), Francisco Campos, anunciou no início da noite desta terça-feira o candidato Ricardo Berzoini –atual secretário-geral nacional do PT –é o virtual presidente eleito do partido.

Segundo o 4º boletim parcial, faltando apurar cerca de 4,4% dos votos, Berzoini tem uma vantagem de 7.091 votos a frente de Raul Pont.

“Matematicamente, dificilmente Pont ultrapassaria Berzoini”, afirmou Campos.

Até as 18h30 de hoje, a Comissão Eleitoral Nacional totalizou 226.324 votos, provenientes de 3.249 municípios nos 27 Estados. Pela previsão da Comissão, os números representam um total de 95,6% dos votos apurados.

Os votos totalizados agora apontam para um comparecimento médio de 30,2% dos filiados aptos. Mantida a tendência atual, o número de votantes pode atingir 230 mil filiados.

Votação

O processo de votação nas eleições internas do PT foi encerrado às 17h deste domingo. Filiados votaram em seus candidatos à presidência nacional do PT, além de presidentes estaduais em oito Estados (Bahia, Maranhão, Minas Gerais, Mato Grosso do Sul, Paraíba, Rio de Janeiro, Rio Grande do Norte e Sergipe), presidentes municipais em 86 cidades –sendo 10 capitais– e presidentes zonais em 19 diretórios desta instância.

A contagem dos votos acontece nos diretórios municipais do partido, de onde as informações seguem para os diretórios estaduais e depois para o diretório nacional, onde são consolidadas.

Diferentemente do primeiro turno, o presidente Luiz Inácio Lula da Silva votou no fim da tarde deste domingo, no escritório nacional do partido em Brasília. Pont e Berzoini votaram pela manhã em Porto Alegre e São Paulo, respectivamente.