Política

Assembleia quer ouvir prefeito de Cuiabá e governador sobre ações feitas no combate a Covid

O plenário da Assembleia Legislativa aprovou, hoje, requerimento do deputado estadual Wilson Santos (PSDB) que convida o governador Mauro Mendes (DEM) e o prefeito de Cuiabá Emanuel Pinheiro (MDB) para prestar esclarecimentos sobre as ações de combate à pandemia. A data sugerida é entre os dias 19 e 23.

O parlamentar justifica que a medida é necessária diante do aumento crescente de casos confirmados de contaminação, ao mesmo tempo em que Mato Grosso é o último Estado em número de pessoas vacinadas, conforme dados do ministério da Saúde.

Em Cuiabá, moradores tem recorrido aos deputados estaduais para fazer diversas reclamações relativas à vacinação, como agendamento de datas e baixo número de funcionários nos postos, o que estariam gerando excessivos atrasos para a conclusão dos procedimentos.

Ex-prefeito de Cuiabá por dois mandatos, Wilson prega a superação de desavenças políticas para que Estado e município possam trabalhar em conjunto nas ações destinadas à prevenção da vida em um momento em que a crise sanitária decorrente da pandemia da Covid se agrava ainda mais.

“A divergência política deve ser superada para salvar vidas. Todos os dias se vê uma discussão verbal do governador com o prefeito num momento em que estamos numa guerra. Mato Grosso está perdendo 100 vidas por dia”, disse.

Na avaliação do parlamentar, na Assembleia estão deputados que exerceram mandados de vereador, prefeito e têm experiência para contribuir para uma aproximação política de Emanuel com Mauro. “É um convite oficial para que essas duas autoridades legitimadas pelo voto popular compareçam, se possível juntos, para apresentar as ações em prol da população”, concluiu.

O governo do Estado tem feito grandes investimentos no combate a pandemia em todo o Estado. Só este ano foram abertas mais de 200 UTIs.  Recentemente, o governador Mauro Mendes já confirmou a compra de mais de 1 milhão de doses da vacina russa Sputnik para vacinar mato-grossenses – ainda falta a liberação da ANVISA. Hoje, o governo do Estado anunciou repasse de mais R$ 3,3 milhões para 56 municípios.

Só Notícias (foto: Fablicio Rodrigues/arquivo)