Política

Após cancelamento de verba alemã, deputado de MT sugere envio de sementes para Europa

O deputado José Medeiros (Podemos) adotou o mesmo discurso do presidente Jair Bolsonaro (PSL), de quem é vice-líder na Câmara Federal e a quem defende incondicionalmente nas redes sociais, ao questionar dados de desmatamento n Brasil. Porém, o parlamentar foi além e sugeriu que o Brasil envie para Europa sementes de plantas amazônicas a fim de que os países do velho continente possam reflorestar o que já destruíram. A proposta foi formalizada por meio de uma indicação da Câmara enviada ao Planalto.

“Já que países que estão tão preocupados com a preservação do meio ambiente, em especial a nossa Floresta Amazônica, sugiro que o Brasil se una a eles para preservar o meio ambiente e que vossa excelência autorize o envio de sementes da Amazônia para que esses países possam reflorestar tudo o que já foi desmatado em seus territórios”, solicitou no documento.

Antes, Medeiros criticou os dados do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe) que revelaram aumento no desmatamento da Amazônia, o que foi criticado por Bolsonaro e que terminou com a demissão do chefe do Inpe, Ricardo Galvão. Para o parlamentar, as pesquisas são “eivadas de cunho ideológico” para simular, na opinião do deputado, que os produtores rurais desmatam mais do que a realidade.

“Esses dados têm sido divulgados em âmbito internacional e têm provocado reações de entidades internacionais e governos que querem parar a produção do nosso país sob a justificativa de preservação ambiental”, enfatizou.

A proposta de Medeiros é uma reação à Alemanha, que na semana passada suspendeu o repasse de 35 milhões de Euros ao fundo da Amazônia após a divulgação do aumento no desmatamento.

Só Notícias/Marco Stamm, de Cuiabá (foto: Só Notícias/Guilherme Araújo/arquivo)