sábado, 20/abril/2024
PUBLICIDADE

Apoio do PT a Blairo é baseado nos ‘princípios básicos do partido’, diz Alexandre

PUBLICIDADE

O Diretório Estadual do Partido dos Trabalhadores de Mato Grosso reunido no fim de semana, 19 e 20, decidiu manter o apoio ao governo do Estado. “É um apoio baseado em princípios básicos do partido”, afirmou o presidente da sigla, Alexandre Cesar.

Acompanhado do deputado federal Carlos Abicalil, Alexandre Cesar apresentou hoje, durante entrevista coletiva à imprensa, as decisões da reunião ampliada do Diretório Estadual de Mato Grosso. Dentro de um projeto político nacional, o Partido dos Trabalhadores entende que o momento é de diálogo. “Com o princípio básico de reeleger o presidente Lula, queremos construir aqui um palanque forte”, afirmou Alexandre Cesar.

A reunião ampliada contou com a participação de 150 pessoas entre parlamentares federais e estaduais, prefeitos, vice-prefeitos, vereadores e presidentes de diretórios municipais. De acordo com o presidente do Diretório Estadual, a reunião foi democrática. “Todos tiveram direito a manifestar opinião, e trinta pessoas fizeram uso da fala por cinco minutos cada”, destacou.

“Duas propostas foram defendidas a de manutenção do apoio e a de ruptura com o governo Blairo Maggi. A maioria decidiu pela manutenção, e essa é a posição do partido”, afirmou o dirigente.

Apesar de manter o apoio ao governo estadual, o PT de Mato Grosso criticou a relação do Poder Executivo estadual com os servidores públicos, principalmente os trabalhadores da Educação.”Os gestores precisam lembrar que não é só comprar equipamentos novos, inaugurar escolas e salas de aula. É necessário investir no ser humano que trabalha dentro da escola”, ressaltou Alexandre.

O deputado federal Carlos Abicalil, PT-MT, falou sobre eleições 2006 e reforma política. Ele afirmou que o PT é o partido que tem hoje mais condições de concorrer com candidatura própria nas próximas eleições, por contar com bons nomes para o pleito. Mas, deixou claro que este não é o momento de definição.

”Não entrou na pauta definição sobre candidatura própria. Se for a decisão majoritária do partido no momento propício definiremos quem irá se candidatar. Sempre foi assim, em 1998, 2002, e será também em 2006”, finalizou Abicalil.

COMPARTILHE:

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE

Mais notícias
Relacionadas

Prefeito inaugura ciclovias e pistas de caminhada em avenidas de Nova Mutum

A prefeitura de Nova Mutum inaugurou duas obras do...

Prefeito anuncia mais 100 quilômetros de asfaltamento em Várzea Grande

O prefeito Kalil Baracat anunciou que vai incluir no...

Mato Grosso passa a ter setor de inteligência de combater a crimes tributários

O Governo de Mato Grosso implantou a Coordenadoria de...

Ministério autoriza criar mais um câmpus do IFMT em Mato Grosso

O ministério da Educação confirmou a assinatura da portaria...
PUBLICIDADE